fbpx

Post

Conheça os alimentos anti- energéticos

Isso mesmo, a gente houve falar muito nos alimentos energéticos, mas também existe os alimentos anti-energéticos sim, ou seja, aqueles alimentos que sugam sua energia e ainda dificultam a perda de peso.

Bom, já sabemos que tudo que comemos e os nossos hábitos de vida são diretamente relacionados com o nosso corpo. Por isso, saber fazer boas escolhas alimentares é essencial. Hoje vou citar alguns alimentos que podem sequestrar a sua energia ao longo do dia.
Muitas pessoas as vezes andam se sentindo sem energia, um cansaço excessivo e quer aumentar a disposição. Para isso é necessário que a alimentação seja feita de maneira correta e adequada. Já se sabe que os alimentos processados e industrializados são os piores e é evidente que esses alimentos anti-energéticos estão nesse grupo.
O primeiro deles é o açúcar: ele aumenta muito rápido a sua energia, mas essa energia não dura muito tempo. O pico de açúcar ocorre, mas depois, as partes do seu cérebro que te mantém acordado e cheio de energia vão se desligar, fazendo com que você fique ainda mais cansado. Por isso, nada adianta tomar café com açúcar, achando que isso lhe dará energia para o dia. O café pode até ajudar, mas o açúcar vai reverter todo o processo.
O segundo: são as bebidas energéticas. O processo que ocorre é algo muito parecido com o açúcar. Os energéticos são feitos para funcionar a curto prazo, enchendo o seu corpo com cafeína e açúcar. Uma vez que o efeito energético passa, o açúcar no seu sangue vai ficar mais baixo ainda, e vai deixá-lo lento. A cafeína é, sim, um excitante cerebral, porém, quando consumido em excesso, a substância gera um desgaste e desequilíbrio na produção de neurotransmissores que nos mantém alertas, gerando uma dependência cada vez maior da cafeína para que o corpo tenha energia.
Assim são também os refrigerantes e os sucos de caixinhas: cheios de açúcares e sem nutrientes nenhum. Possuem também aditivos que contém substâncias causadoras de efeitos colaterais associados ao surgimento de tumor no cérebro, diabetes, problemas emocionais, epilepsia e uma série de outras doenças, e claro tiram sua energia.
Os carboidratos refinados são também alimentos prejudiciais à sua energia.  Eles rapidamente se decompõem em açúcar, aumentam os níveis de insulina, causando resistência à mesma. Estes carboidratos tem um alto índice glicêmico e poucas fibras, fazendo com que seu corpo gaste toda sua energia rapidamente e logo depois fique para baixo.
Alimentos fritos, empanados e salgadinhos, possuem as chamadas gorduras ruins (trans e interesterificadas), que dificultam a digestão e fazem com que os nutrientes que nos fornecem energia cheguem mais lentamente à corrente sanguínea. Essas preparações alimentares mais gordurosas e pesadas desviarem um grande fluxo de nutrientes para o processo digestivo, fazendo com que o cérebro receba menos desses nutrientes necessários para a energia.
Observe também se sua alimentação está deficiente em Ferro e Zinco. Faltando esses dois nutrientes certamente você irá sentir sem energia e desanimado, pois o ferro ajuda a transformar calorias em energia. Já o Zinco desempenha o papel de preservar a integridade de enzimas com papel antioxidante, entre outras tarefas. Por isso, é fundamental para o bom funcionamento do organismo, evitando cansaço e desânimo.
Quando o organismo dispõe dos nutrientes necessários para manter seu bom funcionamento, o desempenho durante o dia a dia aumenta expressivamente.

 

Ana Nilva

Nutricionista

Adicionar comentário