Single post

Exercícios físicos no tratamento de doenças psiquiátricas

O que há muito já praticamos no consultório agora foi confirmado por estudos recentes que revelam mais sobre como a atividade aeróbica pode ajudar a fortalecer o cérebro ao reforçar o hipocampo.

De acordo com a American Psiquiatric Association (APA) (2014), um transtorno mental é uma síndrome caracterizada por uma perturbação clínica significativa na cognição, na regulação emocional ou no comportamento de um indivíduo que reflete uma disfunção nos processos psicológicos, biológicos ou de desenvolvimento subjacentes ao funcionamento mental. As relações entre pessoas com estes transtornos se tornam conturbadas, refletindo em isolamento social, insegurança, e vários comportamentos que afetam sua qualidade de vida e saúde mental.

Paralelamente às terapias medicamentosas supracitadas, têm sido sugeridas outras formas de tratamento, dentre elas, a prática de exercício físico que, em vários casos, tem efeitos similares ao uso de remédios e terapias. Essa aplicação é para todas as idades, inclusive em crianças com déficit de atenção e hiperatividade.

No que concerne aspectos fisiológicos temos: o aumento no transporte de oxigênio para o cérebro, a síntese e a degradação de neurotransmissores, liberação de serotonina e diminuição da viscosidade sanguínea. No nível psicológico, ocorre a diminuição da ansiedade, melhora na autoestima e etc.

Dra. Juliana Lobato
Médica – CRM-MT 6918
RQE 3649

Leave a Comment