fbpx

Post

Férias X Gordura Localizada

Ah, como elas são esperadas: férias! É acordar tarde, comer o que quer e for a de hora e esquecer um pouco das atividades físicas. Mas muitas pessoas acabam pagando um preço alto por esse período, acumulando quilos extras e gordura localizada, que facilmente são percebidos em nosso corpo, principalmente na cintura, barriga e quadril.

A famosa “gordura localizada” é o resultado de um acúmulo do tecido adiposo (ou gorduroso) em algumas regiões do corpo. E vale lembrar que ela não é uma exclusividade daqueles que estão acima do peso, as pessoas magras também podem ter este acúmulo em algumas regiões.

A gordura localizada é muita amenizada quando se segue uma dieta equilibrada, quando se pratica exercícios e ingere muita água. E o que fazer com a gordura localizada, que às vezes é tão persistente que nem mesmo dieta e exercícios conseguem eliminar?

O acúmulo de células de gordura (adipócitos) é o que vai resultar na gordura localizada em maior quantidade em determinadas regiões do corpo, que variam de pessoa para pessoa conforme  a predisposição  genética.

Os tratamentos estéticos são fundamentais para ajudar na redução de medidas e na melhora do contorno corporal. Vale lembrar que devem ser associados a uma alimentação equilibrada e à pratica de atividades físicas, além de bons goles de água.

Entre os tratamentos que podemos citar com a finalidade de reduzir a gordura localizada são a criolipólise, a radiofrequência, o ultra-som, a endermologia associados à drenagem linfática, Hooke, Heccus turbo, colo avatar e Manthus são ótimas alternativas para devolver o contorno à silhueta. A vantagem dessas técnicas é que, por se tratarem de procedimentos não invasivos, não existe tempo de recuperação e a pessoa pode voltar para suas atividades sociais e profissionais logo após o tratamento.

Keila Claudia Mocko

Fisioterapeuta Longevittá

Adicionar comentário