Single post

Grazing: o perigo da pós cirurgia bariátrica

Devido ao grande crescimento da obesidade nas últimas décadas, houve também um aumento nas cirurgias bariátricas realizadas para tratamento da obesidade com o objetivo de diminuir a morbi-mortalidade de longo prazo.

Após 18 a 24 meses da cirurgia bariátrica muitos desses pacientes voltam a engordar parcial ou totalmente. Isto é devido ao transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP) reconhecido como transtorno alimentar pela Associação de Psiquiatria Americana (APA). Através de estudos realizados recentemente conseguimos esclarecer melhor essa relação.

Pacientes com obesidade mórbida , antes da cirurgia bariátrica, podem apresentar TCAP. Há estudos de seguimento mais longos encontraram que 25 a 30% dos pacientes submetidos a cirurgia bariátrica recuperam o peso após 18 a 24 meses. Isso acontece porque aparecem distúrbios do comportamento alimentar frente à sensação subjetiva de falta de controle sobre a alimentação.

Pacientes submetidos a cirurgia bariátrica podem evoluir para vários distúrbios do comportamento alimentar tais como: Grazing,( comer pequenas quantidades de comida com grande frequência em longos períodos), síndrome alimentar noturna (SAN), TCAP, bulimia nervosa (BN), beber quantidades importantes de líquidos, anorexia nervosa ( AN) ou até quadros parciais de AN, BN ou TCAP. Sendo assim é fundamental observar o aparecimento de transtornos alimentares (TA) após a cirurgia bariátrica para realizar o tratamento adequado e dessa forma garantir a manutenção do peso ou a perda de peso continuada.

É de suma importância uma terapia molecular pós bariátrica.

Dra. Juliana Lobato
Médica – CRM-MT 6918
RQE 3649

Leave a Comment