fbpx

Post

Mãe e empreendedora: como conciliar o negócio próprio com a maternidade, sem abandonar o cuidado com a saúde?

A cada ano que passa, o número de mulheres empreendedoras no Brasil aumenta exponencialmente, consequentemente, fazendo com que o número de mães  empreendedoras também aumente. Seja como primeiro trabalho ou como maneira de adaptar a carreira que já seguiam antes de engravidar, é fato que algumas mães encontram na experiência da gestação a motivação necessária para iniciarem e construírem o próprio negócio.

Uma das principais razões para esse fenômeno está na flexibilidade do tempo de trabalho que a carreira oferece. Com um filho, ou mais, para cuidar, quanto mais
adaptável for o horário de trabalho da mãe, melhor! A Rede Mulher Empreendedora (RME) revelou, numa de suas pesquisas, que 75% das mulheres empreendedoras procuraram o ramo por influência direta da maternidade.

Um dado ainda mais esclarecedor, dessa vez do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), revelou que 34% dos novos negócios brasileiros
são criados por mulheres. Dessas, mais da metade (55%) é mãe. De fato, é possível concluir que o cenário empreendedor brasileiro está cada vez mais feminino e mais materno, graças a adesão ativa da categoria ao empreendedorismo.

No entanto, mais importante do que atestar essa presença, faz-se necessário entender de que maneira essa realidade tem afetado a saúde física e mental das mães
empreendedoras no Brasil de 2019. Como o empreendedorismo está moldando a rotina de cuidado com a saúde das mães que trabalham na área? Como elas estão conciliando a dupla jornada entre empreender e cuidar dos filhos, sem deixar de cuidar do próprio bem-estar?

Essas são perguntas importantes que captam a atenção da Clínica Longevittá. Sempre muito antenada nas tendências em saúde, a nossa equipe médica preocupa-se
que mães empreendedoras estejam deixando o cuidado com a saúde de lado, em detrimento das ocupações com o trabalho e da dedicação ao cuidado dos filhos. Para
nós, esse diagnóstico é preocupante.

O site Ladies On, uma das plataformas eletrônicas que discutem o empreendedorismo feminino, publicou um agosto de 2018 um artigo intitulado ”Como  anda a saúde mental da mãe empreendedora?”. Nele, a autora discute todas as dificuldades da rotina da mãe empreendedora, finalizando: ”Não é à toa que chegamos no fim do dia: estressadas, esgotadas, sem ânimo, sem vida! E que por muitas vezes achando que não vamos dar conta de tudo e queremos jogar tudo para cima, mesmo
sabendo que teremos que catar depois!”. Podemos perceber que a atenção à saúde mental de mães empreendedoras tem se tornado uma temática latente nos últimos anos.

Sobre o tema, a diretora e médica da Clínica Longevittá, Dra. Juliana Lobato (CRM-MT 6918), afirma: ”Já é comum, no Brasil, que mães esqueçam um pouco da  própria saúde para se dedicarem em tempo integral ao bem-estar dos filhos. Quando são empreendedoras, a situação é ainda mais agravante. Eu me posiciono contrária a essa realidade. O correto é que mães e filhos, ambos, tenham acesso a um cuidado completo e de qualidade da própria saúde. Mães também merecem viver mais!”

Você é uma dessas mães empreendedoras que se sente perdida e confusa ao ter que conciliar as inúmeras funções do trabalho e o cuidado com a família? Preocupa-
se por não estar dando a atenção que você merece à sua saúde? Sente o mundo pesando em suas costas e precisa de ajuda para se organizar? A Clínica Longevittá é o
que você precisa!

Acreditando que a saúde plena é proveniente do equilíbrio entre todas as esferas do organismo e que cuidar de cada sistema orgânico é pensar na saúde como um todo, a Clínica Longevittá oferece a você, mãe empreendedora, o apoio emocional e restauração física que você merece. Abrangendo corpo, mente e alma, a nossa medicina integrativa é a melhor opção para você hoje.

Venha conhecer mais sobre o nosso trabalho e sobre os nossos tratamentos e descobrir como você pode melhorar o cuidado com a sua saúde através da nossa ajuda
e orientação, sem precisar abandonar o seu negócio e deixar de cuidar do(s) seu(s) filho(s). Venha ter saúde com a Longevittá!

Adicionar comentário