Podoposturologia para crianças
Podoposturologia para crianças

Você sabe o que é Podoposturologia? O nome pode parecer estranho, mas trata-se de um novo conceito francês  terapêutico criado para reeducar e realinhar a estrutura do corpo. As alterações nos padrões posturais serão observadas no exame de baropodometria, e elas podem desencadear dores na região lombar, quadril, joelho, tornozelo e principalmente nos pés.  Uma das etapas desse método é a confecção de uma palmilha especial para corrigir a postura do paciente.

As palmilhas são órteses plantares com a finalidade de prevenir e tratar alterações posturais por meio da neurofisiologia da postura humana. Ou seja, suas estimulações em regiões específicas da planta dos pés promovem uma modificação do tônus postural e um reposicionamento do quadril e das assimetrias musculares. Por estarem posicionadas entre o pé e o calçado, as palmilhas posturais aumentam a eficiência do controle postural durante a posição ereta, na caminhada e na corrida.

Estas palmilhas podem ser inseridas em locais pré-definidos pela avaliação baropodométrica e postural. Estes elementos fornecem informações ao sistema nervoso e, como resposta, o corpo produz um reequilíbrio através das reações reflexas dos músculos, corrigindo as assimetrias.

Mas, a partir de que idade as palmilhas posturais podem ser utilizadas? O seu uso pode começar a partir do momento que começam a caminhar. Geralmente as palmilhas entram em cena para corrigir o  posicionamento do calcâneo, já que elas têm o pé caído para dentro. Lembrando que as crianças possuem o pé do tipo plano (pé chato) e, com o tempo, por volta dos 5-7 anos, o arco longitudinal do pé se desenvolve.

Uma dica  para ajudar nesse desenvolvimento é deixar a criança por um tempo descalça em diversos tipos de relevos de solo, como pisar nas pedras, grama, areia, entre outros, para que sinta diversas sensações e com isto desenvolver o arco plantar que é muito importante para o posicionamento dos pés, tornozelos, joelhos, quadril e coluna.

As indicações das palmilhas posturais são para tratar dores nas plantas dos pés (metatarsalgias), esporões de calcâneo; alterações de arco plantar (pés cavos / pés planos ou chatos), joanetes (hálux valgo), alterações de curvatura da coluna vertebral, lombalgias, cervicalgias, hérnias e protusões discais; distúrbios de ATM (articulação têmporo-mandibular), alterações de joelhos (condromalácia patelar por alteração de carga local), alterações em quadril / ilíaco (disfunções sacro-ilíacas) e dores de cabeça (cefaléias occiptais e de tensão).

Consulte o seu fisioterapeuta e conheça mais sobre a técnica que pode oferecer maior qualidade de vida e bem estar para seu filho.

Jennefer Daysie – Fisioterapeuta (Crefito 9 – 208586-F), Podoposturologia, Baropodometria e Estabilometria.

Entre em contato conosco

Clínica Longevittá